Gestores de eventos de grandes empresas de São Paulo e Rio de Janeiro se reuniram no dia 21/09/2017 no Renaissance hotel. O evento contou com palestra de Alexandre Mutran, gerente de comunicação da Rede Globo, onde ele é responsável pelo relacionamento da marca globo com a população da grande São Paulo.

Mutran abordou em sua palestra o tema Live Marketing + Música e demonstrou aos gestores de eventos que participavam do evento, como a música pode ser estratégica na comunicação das empresas com seu público.

Mutran iniciou sua palestra explicando um pouco o termo Live Marketing, reforçando sua importância cada vez maior na comunicação com a audiência das marcas, e lembrou que o Live Marketing é a única estratégia de comunicação que consegue estimular os 5 sentidos. “Quanto mais sentidos a gente estimula, maior é a lembrança da experiência” ressaltou Mutran.

Falando de música como ferramenta de comunicação, ele destacou que a música é uma ferramenta que agrada a todos os públicos e a chance de não dar certo é muito pequena. Com a música você consegue segmentar a ação para diversos tipos de público, por nível cultural, por idade, por gênero, classe social,definindo a música certa para o seu público, ela se torna um grande coringa em sua estratégia de comunicação.

Durante a palestra foram apresentados alguns cases de sucesso que as marcas vem utilizando em suas ativações, tais como, Itaú, Heineken, Tim Music, Revista Capricho. Para ele o Rock in Rio é a melhor plataforma de música para relacionamento entre marca e consumidores. “Marcas criando experiências e momentos, usando a plataforma música como estratégia de comunicação. É o exemplo do Itaú, que no Rock in Rio 2017 teve um palco montado no evento e trouxe a cantora Pablo Vittar e foi um sucesso de público maior que o palco Sunset. Destacou ainda a cervejaria Heineken que é mais um case de sucesso, pois é uma marca que utiliza muito bem a música como plataforma de comunicação com seus consumidores”.

“A ativação da marca durante um show é muito relevante, mas deve-se tomar muito cuidado, pois se não utilizar de forma correta sua marca pode passar despercebida. O show por show e visibilidade por visibilidade, a marca pode estar desperdiçando investimento”, destaca Mutran

Alexandre finalizou dando algumas dicas de como utilizar a música de forma correta em suas ativações, “Você tem que escolher a música certa para cada evento, ter a curadoria certa para o seu evento, se você vai fazer um evento de sustentabilidade chame um especialista no segmento. Para facilitar a reverberação do seu evento é muito importante criar hashtgs, um aplicativo, para que você possa medir os resultados daquela ação, o que foi falado de sua marca; outro ponto que ele julga importante é se criar uma narrativa para as músicas utilizadas e não simplesmente deixar tocando uma música de cada estilo, a trilha errada pode jogar contra. E, por último, o tom da música pode fazer a diferença para o sucesso de seu evento, música alta não é sinônimo de bom evento, você tem o tom certo para cada momento” finaliza Mutran.

Na segunda parte do encontro foram levantadas questões importantes no dia-a-dia dos CEOs: Como enfrentar a crise (budget), Relacionamento com o público interno, Quais os diferenciais do evento (fidelização de clientes) e Métrica de avaliação dos eventos (ROI/ROO).

O encontro aconteceu no Renaissance hotel que este ano completa 20 anos em São Paulo. O Renaissance faz parte do portfólio de hotéis da Marriot hotels que em 2016 adquiriu a Starwood tornando-se a maior rede hoteleira do mundo com seis mil propriedades ao redor do mundo.

O Renaissance hotel conta com uma localização privilegiada e disponibiliza 15 salas adaptáveis para reunião de negócios que totalizam mais de 1.858 m² de espaço para eventos.